Mamona! A planta mais venenosa do mundo.

06/21/2019  —  By

A Ricinus communis também conhecida como “Palma de Cristo” ou simplesmente “Mamona”, é considerada a planta mais venenosa da terra” de acordo com a edição de 2007 do Guinness Book of World Records.  Ao dissecar essa planta se constata pequenas sementes marrons, onde vive o veneno perigoso que  inquestionavelmente estão entre as sementes mais letais da Terra. É sua aparência irresistível que as torna tão perigosas”, escreveu Wayne Armstrong , um instrutor de botânica do Palomar Junior College, em um artigo de 1982. Revista de Meio Ambiente da Southwest.

Nao se engane com as aparências, essas sementes contêm uma proteína chamada ricina, que é 6 mil vezes mais venenosa que o cianeto e 12 mil vezes mais venenosa do que o veneno da cascavel. Ingerir essas sementes seria um ato fatal. De acordo com o Gizmodo , engolir uma dose letal de sementes – provavelmente quatro a oito – levará a sensações de queimação na boca e garganta e dor abdominal extrema.

Leia também: “Cinco vitaminas que poderão prevenir o organismo do câncer”

Detalhe: Não há vacina contra a ricina e o material danifica literalmente todos os seus órgãos. Como não existe antídoto para a ricina, o fator mais importante é evitar a exposição à ricina em primeiro lugar. Uma dose de pó de ricina purificada do tamanho de alguns grãos de sal de mesa pode matar uma pessoa adulta. Em 1978, houve um caso de envenenamento em Londres, onde um diplomata búlgaro foi picado pela ponta de um guarda-chuva contendo ricina e morreu.

Redenção da Ricin

Apesar de ser uma planta com um poder terrivelmente mortal, a “Mamona” são comuns. É até possível que você ou seus amigos tenham  crescido nas proximidades dela. São plantas são bonitas, que parece inofensivas, mas são letais, apesar de úteis. Isso mesmo, elas tem um outro lado, são plantas que também podem ser úteis.  Cerca de um milhão de toneladas de sementes de mamona são cultivadas em todo o mundo e usadas em produtos e materiais como: tintas, vernizes, lubrificantes para motores a jato, nylon, sabonetes transparentes, contraceptivos e como uma fonte potencial de energia alternativa para combustível. Os cientistas estão estudando os compostos de suas propriedades em pesquisas no combate do câncer e AIDS. Vê-se que é uma planta mortal, que possivelmente pode salvar vidas? Isso não seria novidade, pois há relatos de que os antigos egípcios, romanos e gregos já faziam uso desse material para fins medicinais.